Coberturas de Madeira

Seminário

Guimarães, 19 de Abril de 2012

As coberturas são a tipologia construtiva mais expressiva das estruturas de madeira. A madeira sempre esteve presente nas cober- turas e é nelas que de forma mais manifesta se evidenciam as suas vantagens, relativamente aos restantes materiais.

Em Portugal, as coberturas tradicionais são em madeira, constituídas por asnas mas, nor- malmente, não têm vãos acima dos 7 metros. Com a Expo 1998, e a construção do Pavilhão do Atlântico, iniciou-se um novo ciclo para as estruturas de madeira, em particular para as coberturas de grande vão. Hoje em dia, são já inúmeros os exemplos de coberturas de piscinas, de polidesportivos e de armazéns, em Portugal, que apresentam estrutura em madeira.

O mercado nacional das coberturas em madeira demonstra ser ativo, conseguindo atrair diversas empresas europeias.

Os desafios que se colocam às coberturas de madeira são a procura de soluções inovadoras de sistemas estruturais, ligações, formas, materiais, acabamentos, sem esquecer as atuais preocu- pações ambientais.

Este seminário pretende constituir um fórum de discussão de ideias e soluções no domínio das coberturas de madeira, com a apresentação das tendências mais recentes, permitindo esta- belecer a ponte com as soluções mais tradicionais e algumas reflexões sobre aspetos técnicos de desempenho e sustentabilidade na construção.